Blog

Como fazer Declaração de Imposto de Renda 2021

Como fazer declaração de imposto de renda

Preparado para declarar seu Imposto de Renda (IR) 2021? Sempre que um novo ano se inicia, surge uma dúvida comum: como fazer a declaração do imposto de renda?

O Imposto de Renda existe desde 1922, mas ainda causa muitas dúvidas entre os contribuintes do país. E se você é uma das pessoas que não sabe como declarar seu imposto, está no lugar certo.

Neste conteúdo, você vai descobrir tudo o que precisa saber sobre o tributo, inclusive sobre os seus investimentos financeiros. Aliás, é sempre bom reforçar: se quiser ajuda para não errar com o IR, aposte em uma consultoria e assessoria contábil.

Continue a leitura!

O que é Imposto de Renda?

É um tributo cobrado anualmente dos cidadãos brasileiros. E a base de cálculo é a renda que a pessoa teve durante o ano, ou seja, o dinheiro que ganhou através de seu trabalho ou outras fontes da receita federal.

O IR (Imposto de Renda) é cobrado pela Receita Federal, órgão vinculado ao Ministério da Economia, que também fiscaliza se os pagamentos foram feitos de acordo com as regras estabelecidas.

Mas, antes de entender como declarar o Imposto de Renda, é importante que você saiba que nem todos os brasileiros são obrigados a pagá-lo. Logo à frente, explicaremos melhor.

Como funciona o IR?

A pessoa física encaminha, anualmente, até o final de abril, uma declaração à Receita Federal, no qual faz a cotação de seu patrimônio e informa os rendimentos e despesas do ano anterior. Nessa declaração, o contribuinte deve preencher com informações sobre os rendimentos que teve nos 12 meses de 2020.

Com base nesses números, a taxa de aplicação deriva do valor que deve ser pago ao governo. Mas isso é calculado automaticamente pelo programa de computador fornecido pela Receita Federal para preencher e transmitir a declaração.

É importante ressaltar que nem todas as despesas são tributáveis, além da retenção na fonte, existem várias deduções possíveis, que devem ser notificadas na declaração para que possam ser deduzidas do cálculo final.

Quem deve declarar imposto de renda?

Como avisamos anteriormente, nem todos os brasileiros são obrigados a apresentar a declaração à Receita Federal.

A partir de agora, você vai entender melhor quem deve ou não declarar o imposto de renda. Confira:

Quem deve declarar o IR?

De acordo com a Receita Federal:

  1. Pessoas físicas residentes no Brasil que tiveram, no ano passado, rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70, como salários;
  2. Quem recebeu rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, superiores a R$ 40 mil, em 2020, como doações e herança;
  3. Quem, no ano passado, teve receita bruta superior a R$ 142.798,50 em atividade rural;
  4. Quem pretende compensar prejuízos com a atividade rural de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2020;
  5. Quem tinha, em 31 de dezembro de 2020, bens e direitos (como imóveis, veículos e investimentos) que, somados, superam R$ 300 mil;
  6. As pessoas que tiveram ganhos de capital na alienação de bens ou direitos ou aplicaram em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros ou assemelhadas em 2020;
  7. Quem vendeu, no ano passado, imóvel residencial e usou o recurso para compra de outra residência para moradia, dentro do prazo de 180 dias da venda, e optou pela isenção do IR;
  8. Pessoas que passaram a residir no País em qualquer mês do ano passado;
  9. Pessoas que receberam o auxílio emergencial para enfrentamento da pandemia em qualquer valor e tiveram rendimentos tributáveis em valor anual superior a R$22.847,76.

Neste caso, quem não se enquadrar em nenhuma das hipóteses acima está automaticamente dispensado de apresentar a Declaração de Imposto de Renda.

Mas, afinal, como fazer declaração de imposto de renda?

Confira o passo a passo abaixo e saiba como fazer sua declaração de IR:

  1. Junte os documentos e dados necessários (seus, dos dependentes, de empregadores e outras fontes pagadoras, etc.).
  2. Entre no site da Receita Federal e faça o download do programa IRPF.
  3. Preencha os formulários do programa com os dados básicos pessoais
  4. Caso você tenha dependentes, inclua seus dados na declaração também, clicando na aba “Dependentes”
  5. Informe os rendimentos, sejam eles tributáveis ou não.
  6. Agora, é hora de informar ao programa quais pagamentos foram feitos, o que pode gerar algumas deduções, nos campos “Imposto de Renda retido na fonte”, “pagamentos com Carnê-Leão”, “pagamentos efetuados” e “doações efetuadas”.
  7. A última parte do preenchimento de informações da declaração é incluir os bens, direitos, dívidas e ônus. Nessa categoria estão imóveis, veículos, saldos de poupança, bens com valor maior que R$ 5.000,00 e dívidas.
  8. Falta pouco! Basta entregar a declaração. Clique em “pendências” para ver se faltou preencher alguma informação. Se estiver tudo OK, lembre-se da nossa dica e escolha entre a declaração simplificada ou completa (o próprio programa já informa os valores, facilitando a decisão).
  9. Em seguida, clique em “entregar a declaração” e não esqueça de emitir o Darf para proceder com o pagamento do imposto.

Ficou com alguma dúvida? Fale com a Meccah

Uma contabilidade que é sinônimo de eficiência e segurança para o seu negócio. Essa é a melhor forma de descrever a Meccah Contabilidade e Auditoria. Com mais de 24 anos de atuação, a Meccah possui amplo conhecimento nos mais variados ramos presentes no mercado brasileiro.

Venha conhecer nossa equipe! Estamos preparados para utilizar as mais recentes tecnologias e melhores práticas neste segmento de mercado para oferecer serviços ágeis e de alta qualidade para você.

Além disso, nossa estrutura permite prestar serviços de consultoria contábil e assessoria a todos os perfis de clientes. Ou seja, se procura serviços de contabilidade e negócios personalizados, saiba que nós da Meccah oferecemos soluções únicas para o seu negócio.

Até o próximo artigo! 🙂